Delta das Americas - O Portal dos Lençóis Maranhense

Mapa do turismo: Etapas para remapeamento 2019 são iniciadas no Maranhão

A atualização dos municípios e regiões turísticas que vão compor o novo Mapa do Turismo Brasileiro começou a ser feita na primeira semana deste mês. O trabalho é uma atualização periódica, que faz parte da estratégia de estruturação e promoção do turismo de forma regional e descentralizada. No Maranhão, as reuniões de remapeamento começaram, nessa quinta-feira (4), com as cidades inseridas nos polos Lençóis e Delta.

A edição de 2017 do documento, revisado a cada dois anos, reúne 3.285 municípios, divididos em 328 regiões turísticas. O Maranhão aparece no mapa com 53 municípios divididos em 10 polos. A atualização é fundamental para definir o recorte territorial a ser trabalhado prioritariamente pelos governos e municípios observando características peculiares de cada região turística.

As cidades que integram esse documento são indicadas pelos órgãos estaduais de Turismo a partir de critérios estabelecidos de forma colaborativa com o Ministério do Turismo (MTur). O prazo para cadastramento, edição e inserção dos documentos exigidos vai até julho. O novo mapa do turismo será apresentado em agosto deste ano.

A superintende de Turismo do Polo Lençóis e Delta, Andrea Sanches, sensibiliza os municípios integrantes do mapa 2017 a atualizarem suas informações. Ela informou que foram realizadas reuniões com representantes do Polo Delta das Américas (Paulino Neves, Tutóia, Água Doce do Maranhão e Araioses) e, também, dos municípios de Primeira Cruz, Humberto de Campos e Barreirinhas do Polo Lençóis Maranhenses. “Esclarecemos sobre dúvidas e verificarmos os documentos necessários para a reinserção dos dados no sistema” informou.

Os dados referentes aos municípios e regiões turísticas são validados nas unidades da federação que têm autonomia para definição das regiões turísticas, excluindo ou incluindo municípios, visando a estruturação de destinos mais qualificados e competitivos.

A superintendente de Infraestrutura e Regionalização, Gloria Pinto, explica que fará visitas aos demais oito polos durante todo o mês de maio. “Pedimos empenho dos municípios para organizar essa material e termos tempo hábil para inserção no sistema. Entre os critérios obrigatórios para integrar o Mapa, município deve ter um órgão de turismo em atividade, conselho municipal de turismo funcionando, orçamento próprio destinado ao turismo local, além de prestadores de serviços turísticos de cadastro obrigatório registrados no Cadastur” reforçou a técnica da Setur.

Categoria: Turismo